Ato IV - (continuação)**A magia dos Góticos**

Não se sabe qual foi à primeira banda a soltar rituais acompanhados de metal.
“Acredita-se que tudo começou na Europa, Bruxas e Magos de diversos lugares e países se identificaram com o som, seqüência de acordes perfeitos, melodias e harmonias inacreditáveis, apenas mudaram os estilos e características das letras do gótico tradicional, já que não eram apropriadas para o mundo da magia...”.
Um grande, atual, destaque deste “novo gênero” (não tão novo assim) foi à banda chamada Within Temptation.
Muitas bandas aderiram e lançaram músicas no mesmo estilo, o que, para os verdadeiros bruxos e magos foi ótimo.
Para a felicidade de uns e desgosto de outros, a atual onda de góticos que invade as ruas e os shoppings centers é movida por um único som: Evanescence. Considerada por muitos uma banda que não representa tão bem o gênero, Amy Lee (vocalista do Evanescence) conseguiu um feito incrível: aproximar o resto do mundo a essa cultura fascinante, até então “Oculta e Misteriosa”.
Outras bandas como Tristania, Sirenia, Lacunacoil (entre muitas outras)... Invadiram o mundo mostrando uma nova maneira de divulgar a “magia”. Vozes na maioria das vezes feminina (O que é bem comum já que a maior parte do mundo da magia é composta por mulheres), coral, instrumentos eruditas em harmonias com o peso de guitarras, letras que dizem sobre anjos, vida em outros planos e até mesmo Rituais Antigos.

***Brida Linñea Luny Acksteen***

Nenhum comentário: